quinta-feira, 3 de maio de 2012

Os ordinários

Em Portugal existe uma classe especial, os "ordinários", na qual se encaixa este senhor. 
Como é possível oferecer colunas de opinião e tempo de antena há já largos anos a personagens como esta, que falam de tudo e de nada tendo apenas como especialidade a má-língua?!
O artigo deste senhor n' "A BOLA" do passado dia 1, é de uma baixeza, de uma falta de educação a que, infelizmente, já nos habituou. 
Para além de misturar política com futebol, aproveita para atacar o Marítimo insultando e provocando com falsidades. 
Já foi emitido um comunicado pelo C.S.M. a corrigir este débil mental, que nem consegue verificar os factos (coisa que se exige a um jornalista ou outra qualquer pessoa dotada de bom-senso). 
Mas isso seria pedir muito. Como o assunto era a Madeira, só aguentou assistir a 30 minutos do "jogo do título" (que grande adepto) e tratou logo de cuidar do seu ódio visceral para com a nossa região, desta vez sob a forma de artigo que supostamente seria sobre o F.C.P., sobre futebol. Mas à falta de melhor.
Deveria ser processado por difamação, mas acho que não o devem fazer já que o "homenzinho" vive disso, que o digam os outros dois cronistas do mesmo jornal a quem M.S.T. apelidava nos seus artigos (vale tudo naquele jornal) de rafeiros e aos quais queria que “...ao ler o texto, pretensamente engraçadinho, do Diogo Quintela, achei que a direcção do FC Porto deveria abandonar a sua tradicional passividade litigante e colocar-lhe um processo-crime por difamação, como o seu texto amplamente merece.”.
Dá para ter uma ideia do perfil desta "prima-dona", sempre à procura de atenção mediática. 
E assim despedimo-nos com uma bela citação de sua autoria. Pena é que entretanto se tenham passado sete anos e a idade não tenha perdoado: 
"A ordinarice e a má educação só ofendem verdadeiramente os seus autores, não os seus destinatários." Miguel Sousa Tavares in "Público" de 17-06-2005

8 comentários:

  1. O Marítimo é um dos clubes portugueses mais perseguidos e odiados pelo sistema. Há que resistir para vencer!

    MARÍTIMO!

    ResponderEliminar
  2. Que fala de respeito ao povo madeirense, que atentado à dignidade das pessoas.
    Ele não passa de mais um cretino, de mais um pseudo-comentador que deveria receber o cartão de persona non grata pelo povo insular e ser vaiado publicamente.

    Saudações de Guimarães.

    ResponderEliminar
  3. "GMRmanda!" Este senhor nunca esteve na Madeira o que torna a sua verborreia ainda mais desprezível por falar sem conhecimento de causa.
    Pior que tudo é (para exorcizar ódios pessoais) atacar instituições e pessoas que não deviam ser confundidas. De referir que, e o clube tem sido castigado por isso, na altura em que se discutia na Madeira o "clube único", foram os sócios e adeptos do Marítimo a defender o seu clube de uma maneira obstinada, que levaram a que o Alberto João fosse vaiado nos Barreiros, naquela que foi a maior manifestação pública de desagrado em 30 anos de governo.
    Daí que as coisas não devam ser confundidas, coisa que infelizmente o M.S.T. não tem problemas em fazer quando lhe convém.
    Repete até à exaustão a ideia de que são os contribuintes do continente a pagar tudo o que aqui se faz, usando no nosso caso os subsídios ao desporto e estádio dos Barreiros. Mas gostaria que ele nos explicasse se não foram também os contribuintes das ilhas a pagar, p.e. o Estádio do Dragão. Foi construído apenas com as quotas dos sócios, os patrocinadores et cetera? Uma mentira contada várias vezes não a transforma em verdade.
    E já agora, se quer misturar as coisas fazendo de nós os miseráveis que levaram o país a este estado, que nos transmita qual é o passivo real do F.C.P. e qual é que é o dos clubes regionais (pode contabilizá-los todos juntos) e que faça também o cálculo dos apoios que foram dados ao desporto regional (aqui até pode juntar todos os clubes e todas as modalidades e multiplicá-los por cem anos) e aqueles que foram dados pelo Estado e por algumas Câmaras do norte do país apenas e só ao F.C.P. Depois diga-nos quem é que são os "chulos".

    ResponderEliminar
  4. Miguel Sousa Tavares mais um que tem pesadelos acordado com o desenvolvimento da Madeira. Já se insurgiu contra o Marítimo e contra o nacional também, principalmente nos jogos contra o fcporco. O triste vive na sombra da Madeira, tudo o que lhe acontece é culpa da Madeira.
    Se algum dia vier à Madeira que o povo madeirense lhe dê o tratamento devido.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  6. Quando é que este animal vêm a Madeira??? Já tem os neurónios queimados da farinha...lolol

    ResponderEliminar
  7. Quando ele aparecer aqui terá o tratamento que merece, animal do caralho!

    ResponderEliminar
  8. O problema deste senhor é um amor mal curado que resolvia-se se ele fosse À avenida da boavista em sentido descendente ,comer uma galdéria .De facto,consta que ficou enamorado por uma pêrola da Madeira e após a rejeição é só cuspir merda contra a ILHA e contra o nosso Amor Marítimo .Este pataqueiro no dia que puser os pés no FUNCHAL começa a apanhar no mercado até à zona monumental .

    ResponderEliminar