domingo, 20 de maio de 2012

Academia de adeptos

Curso a iniciar brevemente, com base na escola inglesa e com o patrocínio da CORAL. 

7 comentários:

  1. "Jardim torce pela derrota do 'seu' Marítimo na final de futsal"

    Presidente do governo quer que o Bairro da Argentina conquiste a dobradinha
    (Actualizado há 1 hora e 9 minutos)

    É uma declaração que promete agitar a família 'verde-rubra'. Alberto João Jardim, sócio e alegadamente maritimista, desejou esta tarde que amanhã o 'seu' Marítimo volte a perder para o Bairro da Argentina, desta feita na final da taça em futsal.
    “Vou abrir uma excepção”, começou por declarar o presidente do Governo Regional, esta tarde durante o discurso de inauguralção da nova sede do Bairro da Argentina, para logo concretizar aquilo que muitos julgavam impensável. “Eu sou do Marítimo, mas amanhã, atendendo que ainda estamos nos festejos da sede, o Marítimo tenha paciência, mas eu amanhã vou tirar pelo Bairro da Argentina”, afirmou, arrancando uma grande ovação entre a maioria dos presentes. Só que nem todos gostaram da ousadia e até afronta do governante. Enquanto uns contiveram-se nos aplausos, outros mais afastados, fizeram eclodir alguns assobios.
    Na prática Jardim deseja a dobradinha dos câmara-lobenses esta época. O desejo faz relegar uma vez mais o Marítimo para segundo plano, a exemplo do que já acontecera no campeonato, onde os verde-rubros foram ultrapassados pela formação 'alvi-celeste'.
    DN (digital)

    AJJ RUA CSM CONTINUA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu respeito todos os que, jogo após jogo estão nos Barreiros a apoiar o seu clube do coração. Respeito-os a todos, sejam eles quem forem, do partido a, b ou c. Dentro daquelas portas somos todos uma família, todos por um, pelo grande MARíTIMO.
      Quanto aos outros, a "mijinhas" e a "papadas", como maritimista não me merecem respeito absolutamente nenhum porque simplesmente não vão aos Barreiros, não querem saber, ou melhor, um vai e o outro ia, quando isso significa(va) benefícios a nível das suas ambições pessoais/ políticas.
      Na minha opinião, e isto já antes de 1997, o "Dr. Jardim" nunca gostou de futebol mas teve um pai que o fez sócio, como era tradição na altura e ele aproveitou-se disso. Ajudou a construir o seu carisma, a sua imagem de "homem do povo", mas foi só isso.
      Por isso, dizer que apoia o "BA" contra o "seu Marítimo", não me surpreende. Era preciso dizer aquilo que as pessoas queriam ouvir e ele não hesitou.
      "Adeptos" destes, que continuem do lado de fora, não fazem falta ao Marítimo.

      Eliminar
  2. Continuem a votar no dr. papadas. Além de nos ter enterrado o estádio, de termos sido o último (Atenção!!! o ÚLTIMO) clube na Madeira a ter o seu campo/estádio (porque em cada esquina da RAM há um campo de futebol sintético) ainda tem a lata na cara de tirar pelo adversário do CSM.

    QUE SE REPITA MAIO DE 1997. AJJ RUA MARÍTIMO CONTINUA!!!

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há quem, passado todo este tempo, ainda não consiga perceber o básico, o óbvio.
      (Comentário 'Anónimo'): Aos adeptos da Académica, os nossos parabéns pela conquista da Taça de Portugal. É sempre bom assistir às derrotas das chamadas equipas do regime, numa final melhor ainda.
      Tenho pena que os adeptos da Académica não percebam isso e que, por um elogio feito a uma equipa, tenham confundido as coisas.

      Ao segundo "comentador", é um velho conhecido, um adepto do "benfiquinha" chato como só eles sabem ser, e já não há paciência para andar a responder a quem não consegue (ou não quer) perceber aquilo que está à vista de todos.

      Eliminar
  4. Coimbra é uma lição23 de maio de 2012 às 13:47

    Disfarças muito bem,ó osga do Lumiar.
    Davas um grande actor de teatro disfarçado de anónimo.Eu te conheço muito bem.
    ( Mais um post para ser apagado )
    AJJ e Maritimo continuam e a escumalha passa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro, os comentários (no meu caso) são todos assinados. Não preciso de me fazer passar por "anónimo" para escrever o que quer que seja. Se tem alguma dúvida pergunte que eu respondo-lhe, mas não invente cenários, deixe-se de macaquinhos e, se quiser comentar, faça-o em relação aos artigos que são publicados.
      Fiquei surpreendido pela sua última frase. Assumia-se como adepto benfiquista agora já é maritimista, já faz publicidade a festas partidárias e a um político regional. Mais uma vez.. fantástico.

      Eliminar