domingo, 3 de março de 2013

Marítimo - Moreirense


Após uma série de três jogos consecutivos a vencer, com os últimos doze jogos quebrando assim o "record" da equipa de sempre, em 33 presenças na Primeira Liga, defrontamos o último classificado Moreirense.
Faltando apenas 10 jogos até ao final da época, todos os pontos são importantíssimos para garantir o acesso à Liga Europa, contando já com 28 pontos mas precisando de mais para o objectivo.

As equipas:
Moreirense: é uma equipa débil, com muitas fragilidades e instabilidade em praticamente todos os sectores, mas que não deixa de querer rapidamente pontos para não descer, como o seu treinador diz “cada ponto é ouro”. Dado curioso desta equipa é que em todos os jogos fora, sofreu golos.
Marítimo: a nossa equipa está finalmente a crescer em termos anímicos, físicos e exibicionais. São jogadores que já deram provas mais do que suficientes de que tem garra, que sabem acreditar neles e que são excelentes a surpreender. Espera-se uma equipa coesa, forte e estável em todo o terreno de jogo.

O discurso dos treinadores:
Augusto Inácio disse «ter esperança de conseguir ganhar», apesar de considerar «difícil» devido à «motivação» do Marítimo. Também disse que «o Marítimo é um clube que está muito motivado», pois está «perto dos lugares da Europa», tendo somado «várias vitórias seguidas». Porém, «o Moreirense vai fazer pela vida». Falando da sua equipa disse, que têm «ter uma boa capacidade como equipa e tentar fazer o golo. Vai ser uma equipa rigorosa e no ataque tem de ser mais fluida, com mais qualidade e mais critério». «Cada ponto é ouro. Três pontos são diamantes. Mas ganhar na casa do Marítimo não é fácil para ninguém, nem para os grandes. Estou confiante em que podemos fazer um bom jogo e, quando digo um bom jogo, é jogar bem e ganhar. Em Guimarães fizemos um bom jogo e não ganhámos [derrota por 1-0]. Tenho esperança de conseguir ganhar».
Por sua vez, Pedro Martins disse ter «noção das dificuldades». Disse também que « quem joga em casa, no futebol moderno, tem sempre dificuldades. A nossa postura visa não facilitar minimamente, tendo em conta aquilo que pretendemos. Vamos ter que ter paciência, há momentos em que o adversário nos vai criar dificuldades, pois também tem jogadores com qualidade» e que «gostaria de chegar à quarta vitória consecutiva, mas, nesse aspeto, a nossa massa associativa e adeptos têm de nos perceber e apoiar, uma vez que vislumbramos um jogo de grandes dificuldades». Em relação ao adversário «tem vindo a conquistar pontos, conseguiu sete nos últimos quatro jogos e do ponto de vista anímico está melhor».
Quanto à meta traçada acha que «serão necessários 42 pontos», ou seja, mais 14 do que agora detemos, em 30 pontos possíveis.

Convocados:

Moreirense:
Guarda-redes: Ricardo Andrade e Ricardo Ribeiro.
Defesas: Ricardo Pessoa, Ricardo Fernandes, Aníbal Capela, Florent, Anilton e Augusto.
Médios: Vinícius, Renatinho, Tijani Belaid, Tales, Filipe Gonçalves e Pintassilgo.
Avançados: Pablo Olivera, Wagner, Kinkela, Jorge Chula, Rafael Lopes e Ghilas.

Marítimo:
Guarda-redes: Salin e Ricardo Ferreira.
Defesas: Briguel, João Diogo, Roberge, Márcio Rozário, Luís Olim, Rúben Ferreira e Igor Rossi.
Médios: Semedo, Olberdam, Rafael Miranda, Artur e David Simão.
Avançados: Suk, Danilo Dias, Sami, Heldon e Kukula.

Ausências:
Moreirense: Diego Gaúcho, Paulinho, Fábio Espinho e Castro.
Marítimo: João Luiz e Adilson.

As minhas apostas:
Guarda-redes: Salin.
Defesas: João Diogo, Roberge, Márcio Rozário e Rúben Ferreira.
Médios: Rafael Miranda, Artur e David Simão.
Avançados: Suk, Danilo Dias, Sami.
Substituições: Artur – Olberdam; Danilo Dias – Kukula; Sami – Heldon.
As minhas dúvidas: Na defesa sobretudo, entre João Diogo e Briguel, que na minha opinião são bem destintos e para tipos de jogo diferente. Apostaria no João Diogo pela sua velocidade, pela sua capacidade de empurrar a equipa para a frente e a sua capacidade de atacar continuadamente.
Resultado: 3-0. Golos de Suk, Sami e Artur ou Danilo Dias. Acho sinceramente que Ghilas não irá fazer o gosto ao pé neste jogo.

Cautelas:

A Madeira está sobre alerta vermelho, com previsões de chuva e vento fortes e agitação marítima, sendo que o Governo já apelou para que a população madeirense se mantenha em casa, com particular incidência entre as 12 e as 18 horas, o que coincide com a hora de jogo e este poderá vir a ser adiado por isso mesmo.
Esperemos nós que nada aconteça e que o jogo consiga ser realizado em plenas condições com muito apoio vindo das bancadas, fazendo do alerta vermelho, alerta verde-rubro.




11 comentários:

  1. mais um excelente artigo da Marta Santos!

    ResponderEliminar
  2. Alerta vermelho?
    Vamos todos apoiar o Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quero mais é que o benfica se f...

      Eliminar
  3. Muito fraquinho ,marta..

    ResponderEliminar
  4. alerta verde-rubro diria.
    Sim, eu sei que está fraco, mas foi o que me foi possível. Não é fácil trabalhar e estudar e ainda ter compromissos pelos quais não quero falhar.

    ResponderEliminar
  5. Oh anonuy quem se f.... foi o maritimo.

    ResponderEliminar
  6. Oh orégãos faltou aquele penalty que para outros aparece sempre.
    Mas ainda não fod.. nada, não te preocupes meu saloio.

    ResponderEliminar
  7. uiii a ai anónimos com muita inveja, o artigo está muito bom, e não será um comentário que vai meter a marta em baixo.
    força enorme verde-rubra, excelente artigo mais um!

    ResponderEliminar